top of page

Vela Solidária




O projeto Vela Solidária utiliza a vela como ferramenta para aumentar a socialização, a tolerância, a autoestima e a comunicação entre seus beneficiários. Tem como objetivo ajudar os indivíduos, especialmente os jovens, a estabelecer objetivos de vida realistas e a melhorar a sua qualidade de vida. Além disso, desempenha um papel significativo no aumento da mobilidade, autonomia e estimulação cognitiva para pessoas com deficiência.


A missão do projeto é desenvolver competências pessoais e sociais de crianças, jovens e pessoas com deficiência em situação de risco, promovendo ao mesmo tempo a vela, a cultura náutica e a preservação do meio aquático. A visão é fazer de Portugal um país com uma forte cultura náutica e uma sociedade mais igualitária, onde o mar e a vela contribuam para o envolvimento ativo e a preservação do nosso maior património natural.





O FUNDADOR

O fundador, Luís Brito, é licenciado em Educação Física e é treinador de vela desde 1997. Foi velejador da selecção nacional entre 2001 e 2004, participando em vários campeonatos nacionais e internacionais de vela. Ao reconhecer o potencial do Projeto Vela Solidária em poder impactar positivamente a vida de crianças, jovens e pessoas com deficiência desfavorecidas, tornou-o na sua motivação e força motriz da sua vida.


Recentemente Luís teve a oportunidade de treinar uma dupla portuguesa Guilherme Ribeiro e Pedro Câncio Reis, que garantiram o terceiro lugar no Campeonato do Mundo de Vela Adaptada. A regata aconteceu em Omã e contou com 26 barcos de 15 países diferentes.





HISTÓRIA DA VELA SOLIDÁRIA

A história da Vela Solidária começou com a vontade de poder proporcionar oportunidades regulares de navegação às jovens raparigas da Casa da Nossa Senhora de Portimão em 2010. Apesar dos desafios iniciais, o projecto realizou com sucesso a sua primeira actividade no dia 27 de Fevereiro de 2011, com o apoio de indivíduos, empresas e entidades públicas.


Em 2012, a Vela Solidária lançou uma escola de vela adaptada para capacitar pessoas com deficiência a desenvolverem as suas competências e conhecimentos no mundo náutico, resultando em conquistas notáveis em regatas nacionais e internacionais. Hoje, a Vela Solidária é promovida pela Associação Teia D'Impulsos em parceria com o Iate Clube da Marina de Portimão. O projeto visa desenvolver competências pessoais e sociais de crianças, jovens e pessoas com deficiência em situação de risco através da prática da vela.



APLICAÇÃO DA DOAÇÃO FAM

Graças à doação da FAM, a Vela Solidária poderá realizar mais de 50 ações de intervenção terapêutica durante o ano de 2023 utilizando a vela como ferramenta de apoio e desenvolvimento de crianças com paralisia cerebral e outras condições de elevada dificuldade. O projeto irá colaborar com diversas escolas, entre as quais Nuno Mergulhão – Escola Coca Maravilha, AE Júdice Fialho, AE Poeta António Aleixo, Escola D. Martin, Casa do Povo de São Bartolomeu de Messines, e AE de Aljezur.



 

A Fundação FAM está comprometida com os objetivos de desenvolvimento sustentável, o Projeto Vela Solidária impacta os seguintes ODS's.










Os objetivos de desenvolvimento sustentável (Os ODS), também conhecidos como Objectivos Globais, foram adoptados pelas Nações Unidas em 2015 como um apelo universal à acção para acabar com a pobreza, proteger o planeta e garantir que até 2030 todas as pessoas desfrutem de paz e prosperidade.






7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page